Governo de Goiás ultrapassa marca de mil quilômetros de rodovias recuperadas, com investimentos de R$ 220,8 milhões


Serviços contemplam todas regiões, elevam vida útil da malha viária, promovem desenvolvimento regional e garantem segurança a condutores. “Mapeamos trechos que tinham mais reclamações e partimos para esse programa ousado de melhoria rodoviária”, diz presidente da Goinfra, Pedro Sales. “Tratamos com seriedade recursos públicos e superamos o asfalto de R$ 1,99. Agora é obra de qualidade”, ressalta governador Ronaldo Caiado

O Governo de Goiás ultrapassou a marca de mil quilômetros de rodovias recuperadas em apenas sete meses, com investimentos de mais de R$ 220,8 milhões. As obras executadas pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), no período de janeiro a julho de 2021, elevam a vida útil de toda a malha viária, promovem o desenvolvimento regional e, principalmente, garantem mais segurança aos condutores e qualidade de vida à população em todo canto do Estado.

Foram exatos 1.376 quilômetros de vias com intervenções desse tipo, dentro do programa Goiás em Movimento – Eixo Manutenção. “Esse é meu objetivo: fazer com que o cidadão sinta a presença do Estado nos 246 municípios, com obras que transformam a vida das pessoas”, ressalta o governador Ronaldo Caiado. “Tratamos com seriedade os recursos públicos e nos esforçamos ao máximo, para superar a fase de asfalto de R$ 1,99. Agora é obra de qualidade.”

“É a primeira vez que executamos um volume tão grande de obras em tão pouco tempo na área da manutenção. Mapeamos os trechos mais dramáticos, que tinham mais reclamações e partimos para um programa ousado de recuperação”, ressalta o presidente da Goinfra, Pedro Sales. “É um número emblemático, que foi alcançado com qualidade na execução dos serviços e transparência na gestão dos recursos públicos.”

Sob a gestão do governador Ronaldo Caiado, a Goinfra recuperou o controle sobre a malha viária estadual, um patrimônio público importante sob o ponto de vista financeiro e ainda propulsor do desenvolvimento social e econômico das regiões do Estado. “Estamos imbricados, relacionados, a todas as pastas do governo. A infraestrutura tem papel central no turismo, no escoamento da produção, na qualidade de vida das pessoas”, enfatiza Sales.

“Eliminamos pontos críticos e gargalos produtivos, chegamos a regiões que estavam excluídas, pessoas que estavam esquecidas”, diz o presidente. Ele cita a experiência com vistorias a frentes de serviços em municípios como Mara Rosa, Amaralina e Bonópolis, no Norte goiano. “É muito bonito ver o Estado chegar a esses lugares, e presenciar o entusiasmo dessas pessoas, muitos falam que nunca viram, em gestões passadas, uma máquina do governo chegar até ali”, pontuou.

Recuperação
Dentre as técnicas de engenharia aplicadas pela Diretoria de Manutenção da Goinfra para a recuperação das rodovias goianas estão fresagem (que é a retirada da parte danificada), com aplicação de nova capa asfáltica em concreto usinado a quente (CBUQ) ou tratamento superficial duplo (TSD), e a realização de microrrevestimento. A definição depende das vistorias técnicas realizadas por fiscais da agência, que são engenheiros especializados em pavimento, e que determinam qual a melhor solução para cada trecho.

Toda rodovia recuperada recebe também frentes de serviços do Goiás Movimento – Eixo Sinalização. Após cerca de 15 dias do final do processo de recapeamento, a equipe promove sinalização vertical e horizontal das vias, inclusive, com a implantação de tachas refletivas. 

Frentes de serviço
Dentro desses mais de mil quilômetros de vias recuperadas, há obras na Região Metropolitana de Goiânia, no Entorno do Distrito Federal e em todas as demais regiões do Estado, sem exceção. Foram executadas rotas turísticas, como a GO-338 (Pirenópolis a Posse D’Abadia), GO-213 (trevo de Caldas Novas ao trevo de Rio Quente), GO-507 (da GO-213 até o Rio Quente), GO-510 (da GO-507 até Cabanas do Rio Quente), entre outros. 

No Entorno do Distrito Federal, uma região historicamente negligenciada, o Governo de Goiás também está presente. A Goinfra executa a recuperação de quase 80 quilômetros de rodovias em perímetros urbanos de nove cidades do Entorno – Formosa (GO-116 e GO-330), Padre Bernardo (GO-230), Novo Gama (GO-520), Planaltina de Goiás (GO-430), Cidade Ocidental (GO-521), Santo Antônio do Descoberto (GO-225), Água Fria (GO-517), Águas Lindas de Goiás (Ligal Norte e GO-547) e Mimoso (GO-230). São investimentos de aproximadamente R$ 18,4 milhões no local, que ainda conta com frentes de serviços trabalhando.

Fortalecer rotas de escoamento da produção e abrir novos caminhos é outro objetivo do Goiás em Movimento – Eixo Manutenção. A Goinfra transformou o pavimento da GO-422 (Aparecida do Rio Doce a Rio Verde), da GO-334 (Carmo do Rio Verde a Rubiataba), da GO-164 (Quirinópolis a Paranaiguara), da GO-320 (Edéia a Indiara), entre outras vias fundamentais de ligação com rodovias estratégicas, como as BRs.

Nova política
Diretor de Manutenção da Goinfra, Adriano Mendes Ribeiro avalia que o resultado conquistado é também fruto de uma transformação interna da agência. “É a primeira vez que uma gestão é formada por servidores de carreira, profissionais tecnicamente preparados, sem indicação de nomes ou cargos políticos”, destaca. 

Ele pontua ainda a existência de uma nova política de trabalho, ética e valorização dos recursos públicos. “Trabalhamos com organização, vontade e, principalmente, foco nos problemas”, diz. “Por determinação do governador Ronaldo Caiado e do presidente Pedro Sales, levamos as nossas frentes de serviço para onde elas são realmente necessárias, sem politicagem ou favorecimento de grupos.” (Confira a relação de obras entregues por região no site da Goinfra.)

Fotos: Secom

Legenda
O governador Ronaldo Caiado durante vistoria a obras de infraestrutura rodoviária: Governo de Goiás ultrapassou a marca de mil quilômetros de rodovias recuperadas em apenas sete meses, com investimentos de mais de R$ 220,8 milhões

Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) - Governo de Goiás

Comentários